Tudo agora é Fitness!

Nos últimos anos estamos sendo bombardeados com a palavra fitness, é academia fitness, roupa fitness, loja fitness, comida fitness, etc. Tudo é fitness! Mas e você, como se tornar uma pessoa fitness? E não adianta balançar a cabeça, você quer ser fitness também, acredite em mim. Se não acredita leia o próximo parágrafo e me fale depois.

Fitness e alimentação saudável

O que é ser Fitness?

Segundo o dicionário (pt-BR), Fitness é 1. Aptidão física; boa forma e 2. casas, academias, periódicos, etc. que se ocupam do assunto (vejam só, o Clube do Whey é FITNESS! \o/). Algumas traduções ditam que Fitness é a condição de estar fisicamente “em forma” (fit) e saudável. Sendo assim é natural pensar que qualquer indivíduo queira estar assim, em forma, com o shape bonito, saudável. Há quem diga que estar saudável é o que importa, mas estar saudável sem estar em forma é possível? E quem fala que não liga para a saúde, que isso se busca depois, lembre-se que boa forma não se sustenta sem saúde, fato!

Como ser Fitness?

Se para ser (ou estar) fitness é necessário ter aptidão física e boa forma, como então buscamos estes dois elementos? A resposta é fácil: exercícios e alimentação saudável. Mas não vou chover no molhado aqui, sei que você já ouviu isso várias vezes, seja do seu médico, nutricionista ou treinador físico (aqui ressalto a importância de consultar estes profissionais). Mas a pergunta é como, exatamente, ficar fitness (em forma)? Que tipo de exercício fazer? Como fazer esse exercício? Com qual (se algum) peso? E o que se deve comer? Ou o que não se deve comer? Quanto? Quando?

A resposta para cada uma dessas perguntas é tão subjetiva quando a simplicidade de cada uma. Até o mais renomado nutricionista ou personal trainer (principalmente estes, eu diria) vai parar para respirar antes de responder qualquer coisa. Isso porque a resposta depende muito do seu objetivo e da sua individualidade genética (bioquímica e psicológica). Portanto, antes de mais nada, o profissional vai ter que entender um pouco do que funciona para você, especificamente. E é justamente nisso que você precisa ser especialista: saber o que funciona ou não para você mesmo(a).

Mas como ser um especialista de si próprio? Simples: testando, errando, acertando, aprendendo, adaptando, melhorando, etc. Qual o melhor esporte para você? O que você mais gosta de fazer? O que funciona melhor de acordo com o seu objetivo? E sua alimentação, como está? Imagino que você já saiba que a maior parte dos seus ganhos está relacionada com sua alimentação, então me diga: você já montou a sua dieta? É muito importante procurar conhecimento na área de nutrição para saber ao menos o básico, como o que são macros, o que comer, quanto comer, entender de suplementação, etc. É por isso que eu bato sempre nessa tecla:

Entenda a importância que a dieta tem nos seus resultados e sua vida será mais fácil!

Recentemente eu precisei colocar minha dieta “no papel”, então procurei uma tabela que me ajudasse a montar a minha dieta, calculando os macronutrientes de acordo com o meu objetivo, mas que fosse possível trabalhar com minha individualidade genética, ou seja, ajustar os valores normalmente propostos para cada macronutriente. Após muito “garimpar” na internet não achei nada que fosse flexível o suficiente e que tivesse os valores nutricionais dos alimentos já cadastrados, para facilitar a vida. Foi então que resolvi criar a minha própria planilha, utilizando inclusive alguns recursos de programação. Hoje eu disponibilizo esta planilha de forma gratuita aqui no site, basta acessar o link do banner abaixo:

Planilha montadora de dietas

Espero que ela seja tão útil para você como tem sido para mim! E por favor, não deixe de comentar se precisa melhorar algo ou adicionar alguma funcionalidade, vou ficar feliz em saber sua opinião.

Posts Relacionados:

Deixe uma resposta

O seu email não será publicado. Campos obrigatórios marcados *

Você pode utilizar os seguintes caracteres HTML e os seguintes atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>