Como importar suplementos – GUIA DEFINITIVO

Devido à alta taxa de impostos que o governo cobra em todas as nossas compras, importar suplementos acaba sendo uma alternativa para muitos bens de consumo, incluindo suplementos alimentares. Mas como funciona isso?

Como importar suplementos como whey protein

Por que importar suplementos?

Importar suplementos é minha primeira opção, apesar do tempo que demora para chegar e da possibilidade da encomenda ser taxada, os preços acabam ficando bem mais em conta do que comprar os mesmos suplementos no Brasil. Importar Whey Protein dos EUA é melhorIsso é meio óbvio se pensarmos que quando compramos os suplementos importados em uma loja brasileira, alguém teve que fazer a importação e pagar as taxas (não há opção de não ser taxado neste caso). Sem contar que normalmente há dois intermediários adicionais quando compramos em território tupiniquim: o importador e o lojista. Todos tem seus custos e lucros para adicionar, e isso encarece a encomenda.

Em relação à qualidade dos produtos, detesto admitir que o mercado americano ainda tem o que é de melhor em relação à matéria prima no mundo. O resultado disso é que importar suplementos dos EUA acaba sendo uma garantia a mais de qualidade, não que a possibilidade de adulteração seja nula, mas as melhores matérias primas são do país do Tio Sam.

Importar Suplementos é crime?

Primeiro de tudo gostaria de esclarecer uma dúvida que até mesmo eu tinha alguns anos atrás. Importar suplementos alimentares é totalmente legal, a ANVISA permite a importação até mesmo de produtos que não possuem registro no Brasil, desde que estes não contenham substâncias proibidas por aqui. Quanto à Receita Federal, a importação para consumo próprio é liberada, mesmo que o total da compra (produtos + frete) ultrapasse a faixa de US$50 (50 dólares), que é o limite de isenção de impostos. Portanto, importar suplementos é totalmente lícito e vantajoso, considerando que os preços praticados fora do Brasil são bem mais acessíveis, além da disponibilidade de produtos considerados os melhores do mundo. Aqui vou dar algumas dicas essenciais para você iniciar a importação de suplementos e vou compartilhar a minha experiência para que você possa tirar o máximo de proveito em suas compras.

Importar suplementos de onde?

A primeira dica é escolher lojas confiáveis para fazer suas importações, não saia comprando de qualquer lugar na internet. Assim como no Brasil, lá fora também existem lojas confiáveis e lojas não confiáveis, a diferença é que se uma empresa perde credibilidade por aqui a loja não tem para onde fugir, já as lojas no exterior podem simplesmente investir em outros países. Além disso, é interessante saber exatamente quais lojas já estão acostumadas com as particularidades da nossa alfândega brasileira, Receita Federal e ANVISA.

Quem leu o artigo sobre o perigo de importar na Vitacost sabe do que estou falando, confiança é tudo na hora de importar. Por isso eu indico a Sameday Supplements, onde me parece ser a melhor escolha para os brasileiros no momento. Para se cadastrar na loja e receber um desconto de 5% na primeira compra acesse o link de afiliado Clube do Whey e use o cupom CLUBEDOWHEY para todas as demais compras. Por esse link, tanto eu como você ganhamos desconto em compras. #win-win

Prazos de entrega na importação

Em média uma encomenda demora apenas 1 semana para chegar ao Brasil, porém ela está sujeita ao desembaraço aduaneiro (ANVISA e Receita Federal), e por isso as encomendas são entregues ao destinatário entre 15 e 45 dias. Exceções podem acontecer, como por exemplo ultrapassar os 60 dias, se for o caso já pode iniciar contato com o a loja para rastrear sua encomenda. O máximo que pode acontecer (sei que pode, mas até hoje nunca aconteceu comigo), é a mercadoria extraviar. Neste caso normalmente a loja devolve seu dinheiro em vale compras para que você possa refazer o pedido. Para não ficar na mão, faça importações pequenas com intervalo de dias (ou semanas) entre as compras.

Taxa de importação de suplementos

Conforme dito anteriormente, importações abaixo de $50 são isentas de imposto conforme regem os Decretos-Lei Nº 1.804 e Nº 6.759. O que pode acontecer na prática é o fiscal aduaneiro taxar a sua mercadoria baseado-se em uma Instrução Normativa da Receita Federal e uma Portaria do Ministério da Fazenda que adicionam a situação de isenção à condição de o remetente também ser pessoa física, o que é um erro já que ambos os Decretos-Lei Nº 1.804 e Nº 6.759 não falam nada sobre a necessidade do remetente ser Pessoa Física ou Jurídica. Lembrando que Instruções Normativas da RF e Portarias do MF não estão acima da lei 🙂 . Portanto, caso sua encomenda cujo valor total (mercadoria + frete) esteja abaixo de $50 seja taxada pela Receita Federal, você tem todo o direito de solicitar a revisão da cobrança. Veja aqui um modelo de solicitação.

Vale ressaltar que mesmo tendo sua mercadoria tributada, ainda assim fica vantajoso financeiramente importar suplementos, já que ainda assim você pagará menos do que se comprasse em lojas brasileiras. Exemplos:

 

Whey Protein 100% Gold Standard - Optimum Nutrition100% Gold Standard Whey Protein lbs$29.99 VP2 AST Sports Science WPIVP2 Whey Protein Isolate – AST Sports Science$34.46

Itens restritos

Um detalhe importante sobre como importar suplementos é o que NÃO se deve importar. Devido às regras de importação do Brasil, alguns produtos podem não estar disponíveis para compra. Se um produto for restrito para o Brasil haverá um alerta no carrinho junto com instruções para remoção do produto antes que você possa concluir a compra. Embora a equipe da Vitacost trabalhe arduamente para evitar que produtos sejam enviados para países onde os ingredientes são problemáticos ou proibidos, eles não garantem que as informações sobre restrição estejam sempre atualizadas. Como essas regras mudam constantemente, o ideal é que você verifique junto à ANVISA informações sobre regras que possam afetar sua capacidade de receber o seu pedido.

Espero ter ajudado, qualquer dúvida não hesite em perguntar nos comentários, é para isso que eles servem! 😉

Posts Relacionados:

8 Comentários

  1. 1

    Com a alta do Dólar uma alternativa é comprar no mercado nacional mesmo. Utilize o Méliuz e consiga desconto na maioria das lojas (serve também para outros tipos de compras). Utilize este link de afiliado Clube do Whey e faça seu cadastro!

  2. 2

    importei varias vezes só que ta tachando tudo ate valores muito baixos o que devo fazer para não pagar tacha no correio

    • 3

      Olá Valdrey,

      Infelizmente não há uma fórmula mágica para evitar a taxação, como muitos tentam vender por aí. Pra ser bem sincero é como na loteria, vai da sorte. A última importação que eu fiz, por exemplo, não foi taxada.

      Att.
      Jonatas

  3. 4
    Avatar Sayonara Romão Ferreira

    Quanto kg e melhor pra importar por vez(compra) ?

    • 5

      Oi Sayonara,

      O ideal é trazer volumes pequenos de até 1kg por vez, assim você não chama a atenção da alfândega, mas se quiser arriscar e importar maiores quantidades, faça-o sempre com o mínimo de volumes possível. Por exemplo: 1 saco de 10lbs (4,5Kg) em vez de 4 ou 5 potes de ~1kg.

      Abç
      Jonatas

  4. 6

    Jonatas, você está sabendo de um caso na justiça do Rio Grande do Sul em que uma pessoa foi taxada numa importação que custou menos de US$100. Ela baseou-se no Decreto-Lei 1.804, em seu artigo II que diz: “Dispor sobre a isenção do imposto de importação dos bens contidos em remessas de valor até cem dólares norte-americanos ou o equivalente em outras moedas, quando destinados a pessoas físicas”. Essa pessoas ganhou a causa e a decisão gerou jurisprudência para casos parecidos. É uma ótima notícia para nós importadores pessoas físicas!

    • 7

      Oi Charlles,

      Ótima notícia! Existem outros casos em outros estados. Eu estava para fazer um artigo sobre isso quando o Dólar estava R$ 2,50, mas aí ele resolveu aumentar enlouquecidamente e me desanimou um pouco. Hoje as importações diminuiram tanto que acho difícil passar alguma encomenda sem ser taxada. Ao menos temos esses casos para nos basear na hora de solicitar isenção.

      Abç!

  5. 8

    Você sabe dizer se preciso de CNPJ e licença para vender suplementos importados em casa, sem ponto comercial?
    Moro em cidade pequena (60 mil habitantes), mas com um bom número de marombeiros. Pensei que possa ser uma boa opção de complemento de renda. Quero vender apenas suplementos já testados e aprovados mundialmente com a opção de parcelamento que o sites internacionais não disponibilizam. Assim poderia facilitar para pessoas que não podem pagar esses valores a vista.

Deixe uma resposta

O seu email não será publicado. Campos obrigatórios marcados *

Você pode utilizar os seguintes caracteres HTML e os seguintes atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>